April 9, 2020 / 4:36 PM / 2 months ago

Oferta de milho nos EUA deve crescer com desaceleração do mercado de etanol, diz USDA

Silos para armazenamento de milho em unidade produtora de etanol em Windsor, Colorado (EUA); em primeiro plano, área com plantio do cereal 07/07/2006 REUTERS/Rick Wilking

CHICAGO (Reuters) - O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA, na sigla em inglês) elevou nesta quinta-feira sua estimativa para as ofertas norte-americanas de milho, diante de expectativas de consumo reduzido do grão por produtores de etanol, uma vez que a demanda pelo biocombustível despencou devido à disseminação do novo coronavírus.

Os estoques finais de milho dos EUA para o ano comercial de 2019/20 foram projetados em 2,092 bilhões de bushels, ante estimativa de 1,892 bilhão de bushels em março, superando as previsões do mercado, de 2,004 bilhões de bushels.

O consumo pelo setor de etanol foi reduzido de 5,425 bilhões de bushels para 5,050 bilhões de bushels.

O USDA também projetou os estoques finais de trigo dos EUA em 970 milhões de bushels, e os de soja em 480 milhões de bushels. Analistas esperavam que o número para o trigo fosse de 940 milhões de bushels, enquanto os estoques finais de soja eram vistos em 430 milhões de bushels, segundo a média das estimativas compiladas pela Reuters em pesquisa.

Reportagem de Mark Weinraub

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below