April 15, 2020 / 6:46 PM / a month ago

De costa a costa, pesquisa do Fed mostra impacto forte e abrupto do coronavírus

Edifício do Federal Reserve em Washington, EUA 19/03/2019 REUTERS/Leah Millis

WASHINGTON (Reuters) - As empresas norte-americanas têm sido atingidas pelas consequências do novo surto de coronavírus, conforme a atividade econômica “se contraiu forte e abruptamente em todas as regiões”, mostrou um relatório do Federal Reserve divulgado nesta quarta-feira.

A mais recente medição pelo Fed da temperatura das empresas em todo o país foi concluída no mês de março, período em que os Estados Unidos se preocupavam com os riscos decorrentes do novo surto de coronavírus para a maior parte do país, sob ordem de isolamento social e com milhões de norte-americanos perdendo os empregos.

“As indústrias mais atingidas —por causa de medidas de distanciamento social e fechamentos obrigatórios— foram as de lazer e hospitalidade e varejo fora bens essenciais”, afirmou o Fed no relatório em que o coronavírus ou o Covid-19, a doença respiratória causada pelo vírus, foram mencionados 93 vezes.

“Todos os distritos relataram perspectivas altamente incertas entre os contatos empresariais, com a maioria esperando que as condições piorem nos próximos vários meses”, afirmou o banco central.

(Reportagem de Lindsay Dunsmuir)

((Tradução Redação São Paulo, 55 11 5644 7729))

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below