April 15, 2020 / 7:56 PM / 4 months ago

Dívida bruta deve chegar a 90,8% do PIB se economia recuar 5%, prevê Ministério da Economia

Prédio do Ministério da Economia, Brasília (DF) 03/01/2019 REUTERS/Adriano Machado

BRASÍLIA (Reuters) - O Ministério da Economia previu nesta quarta-feira que, se houver uma contração da economia de 5% neste ano, a dívida bruta pulará a 90,8% do Produto Interno Bruto (PIB), com o déficit primário do governo central alcançando 515,5 bilhões de reais.

Em fevereiro, a dívida bruta estava em 76,5% do PIB, conforme dados mais recentes do Banco Central.

Hoje, o cenário base é de crescimento zero para o PIB, com déficit primário de 467,1 bilhões de reais e dívida bruta de 85,4% ao fim do ano.

Mas os integrantes da equipe econômica já reconheceram que a projeção para a atividade está defasada e que ficará no campo negativo pelos impactos do coronavírus. A nova estimativa para o PIB será divulgada em maio.

Na véspera, o Fundo Monetário Internacional (FMI) previu queda de 5,3% para o PIB brasileiro em 2020. Antes, o Banco Mundial havia estimado um recuo de 5% para a atividade brasileira neste ano.

Por Marcela Ayres

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below