April 21, 2020 / 5:47 PM / a month ago

Ações europeias caem com crash do petróleo e preocupação com pandemia

(Reuters) - As ações europeias caíram nesta terça-feira, com o golpe duplo da queda histórica nos preços do petróleo e balanços trimestrais sem brilho assustando investidores já preocupados com os danos causados ​​à economia global pela pandemia do coronavírus.

Imagem em 3D de bomade extração de petróleo na frente de um gráfico com a inscrição "COVID-19". 14/4/2020. REUTERS/Dado Ruvic

    O índice pan-europeu STOXX 600 quebrou umsérie de três sessões de altas e teve queda de 3,4%.    Ações de empresas de commodities foram as maiores perdedoras, caindo quase 6%. A maior mineradora listada do mundo, BHP, deslizou após aviso de queda acentuada da produção global de aço, excluindo China, devido ao Covid-19.

Todos os principais índices europeus caíram, um dia depois de os contratos futuros de petróleo dos EUA caírem abaixo de zero pela primeira vez na história com o esgotamento da capacidade de armazenamento levando investidores a fugir de contratos que lhes entregariam barris de petróleo em maio.    

O contrato do West Texas Intermediate se recuperou para acima de 1 dólar nesta terça, mas seu colapso se espalhou para os contratos futuros de junho enquanto investidores se preocupam com uma profunda recessão global com a quase interrupção da atividade comercial esmagando tanto as cadeias de suprimentos.     BP, Shell e Total perderam entre 2,5% e 3,8%, levando o índice de energia a cair 4,3%.

A temporada de balanços do primeiro trimestre também começou mal, com um grupo de multinacionais eliminando dividendos e retirando previsões para lidar com as consequências da pandemia.

O lucro do primeiro trimestre da finlandesa Wartsila caiu 45%, enquanto a Associated British Foods, dona da Primark, caiu após suspender dividendo.

Mas nem todos os balanços foram ruins. A empresa de pagamentos online Adyen reportou crescimento na receita e no lucro principal do primeiro trimestre.

O índice FTSEurofirst 300 caiu 3,41%, a 1.272 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 perdeu 3,39%, a 324 pontos.

Em LONDRES, o índice Financial Times caiu 2,96%, a 5.641 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX recuou 3,99%, a 10.249 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 3,77%, a 4.357 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve perda de 3,59%, a 16.450 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou queda de 2,88%, a 6.634 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 caiu 2,27%, a 4.035 pontos.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below