April 22, 2020 / 7:39 PM / in a month

UE estabelece medidas de apoio a agricultores diante de crise

Vaca leiteira em um campo em Montitier, enquanto a propagação da doença por coronavírus (COVID-19) continua, perto de Le Mont-Saint-Michel, França 18/04/2020 REUTERS/Pascal Rossignol

BRUXELAS (Reuters) - A Comissão Europeia propôs nesta quarta-feira medidas de apoio a agricultores afetados pelas restrições causadas pelo coronavírus, incluindo auxílio para o armazenamento dos excedentes de laticínios e carnes.

De acordo com a proposta, a Comissão concederá ajuda para o armazenamento privado de leite em pó, manteiga e queijo, bem como de carnes bovinas, ovinas e caprinas, por um período mínimo de dois a três meses e máximo de cinco a seis meses.

Produtores de leite, flores e batatas poderão adotar medidas coletivas para estabilizar os mercados, entre elas o plantio planejado, flexibilizando as leis de concorrência da UE por até seis meses.

Programas de apoio já existentes aos mercados de vinho, frutas e vegetais e aos apicultores serão aplicados de forma mais flexível para permitir que fundos sejam redirecionados para o gerenciamento da crise.

O comissário de Agricultura da UE, Janusz Wojciechowski, disse que as propostas foram elaboradas para estabilizar os mercados, considerando as maneiras mais apropriadas para apoiar preços e produção.

A Comissão disse que espera que até o final de abril as medidas possam ser adotadas, depois de os governos da UE votarem a proposta.

Reportagem de Philip Blenkinsop

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below