April 22, 2020 / 9:59 PM / 3 months ago

Oferta de carne suína nos EUA caiu antes de pandemia fechar unidades de processamento

Unidade de processamento de suínos da Smithfield Foods em Sioux Falls, Dakota do Sul (EUA), que foi fechada devido ao coronavírus 17/04/2020 REUTERS/Shannon Stapleton

CHICAGO (Reuters) - As ofertas de carne de porco congelada nos Estados Unidos recuaram em março, antes mesmo de a pandemia do coronavírus forçar o fechamento de abatedouros no país, disse nesta quarta-feira o Departamento de Agricultura local (USDA, na sigla em inglês), preparando terreno para que os estoques fiquem ainda mais apertados.

Processadores fecharam grandes plantas de suínos e bovinos diante da disseminação do coronavírus entre funcionários, reduzindo a produção de carne nos EUA e causando um recuo no setor pecuário local.

O mais recente “shutdown” foi anunciado no início desta quarta-feira, quando a Tyson Foods afirmou que vai fechar uma unidade que representa cerca de 5% da produção de carne suína dos EUA.

A Smithfield Foods, maior processadora de carne de porco do mundo, alertou que os EUA estão caminhando “perigosamente para perto do limite” em relação à oferta de carnes a mercados.

Em 31 de março, os frigoríficos norte-americanos armazenavam 621,9 milhões de libras-peso de carne suína, queda de 27 milhões de libras-peso em relação a fevereiro, apontou o USDA.

O volume excede o declínio normal para o mês segundo a média histórica de cinco anos, de 11 milhões de libras-peso, disse Rich Nelson, estrategista-chefe da corretora Allendale. Ele projetou que os estoques podem cair ainda mais, de 20 milhões a 40 milhões de libras-peso, em abril, quando costumam registrar crescimento de cerca de 27 milhões de libras-peso.

“Os problemas com as plantas começaram a surgir na primeira semana de abril”, afirmou Nelson.

O USDA apontou ainda que o estoque de carne bovina congelada nos EUA era de 502,4 milhões de libras-peso em 31 de março, alta de cerca de 8 milhões de libras-peso ante fevereiro.

O nível normalmente cairia cerca de 18 milhões de libras-peso no período, mas o abate foi maior que o esperado este ano, disse Nelson, que prevê um declínio de cerca de 40 milhões a 60 milhões de libras-peso em abril.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below