April 23, 2020 / 4:59 PM / a month ago

Credit Suisse alerta sobre efeitos do coronavírus após lucro do 1° tri superar expectativas

Thomas Gottstein, CEO do Credit Suisse. 7/2/2020. REUTERS/Arnd Wiegmann

ZURIQUE (Reuters) - O Credit Suisse aumentou as provisões para perdas de crédito esperadas e avisou que o futuro é incerto durante a pandemia de coronavírus, mesmo após ter registrado um aumento de 75% no lucro líquido do primeiro trimestre nesta quinta-feira, resultado muito acima das expectativas.

O primeiro grande banco europeu a divulgar resultados desde que a pandemia impactou mercados e paralisou empresas e economia, o Credit Suisse afirmou que acumulou mais de um bilhão de francos suíços em reservas durante o trimestre para enfrentar o cenário desafiador e a pressão nos preços do petróleo.

“Na verdade, estou muito confortável sobre como lidamos com a crise até agora ... Somos muito cautelosos, estamos muito conscientes da desaceleração geral da economia”, disse Thomas Gottstein, apresentando os resultados pela primeira vez desde que assumiu o cargo de presidente-executivo, ocupado por Tidjane Thiam até fevereiro. “Não estou perdendo o sono.”

O Credit Suisse viu o lucro líquido subir para 1,3 bilhão de francos suíços (1,35 bilhão de dólares) entre janeiro e março, muito acima das expectativas dos analistas, de 997 milhões de francos. Os resultados foram ajudados por descontos fiscais e ganhos pontuais, e como um impulso à receita comercial em mercados voláteis e “níveis excepcionalmente altos de atividade do cliente” ajudaram a amortecer uma derrota nas negociações.

Excluindo itens pontuais, um aumento de 2% na receita foi anulado na receita antes de impostos, uma vez que as provisões para perdas de crédito aumentaram sete vezes.

“Está claro que, no curto prazo, nos próximos dois ou três trimestres, com o Covid-19 e seu impacto (nos retornos) serão desafiados”, disse Gottstein.

O Credit Suisse, que gera a maior parte de seu lucro com a gestão de fortunas, disse que sua unidade de empréstimos corporativos está começando a ver alguns sinais de estresse.

As provisões para perdas de crédito saltaram de 81 milhões para 568 milhões de francos, no primeiro trimestre, já que todas as divisões do banco - lideradas pelo banco de investimentos - aumentou as expectativas de perdas com empréstimos.

“Consideramos esses resultados decentes, com uma boa receita e bom desempenho de custos”, disseram analistas do Citi em nota, acrescentando que o custo do risco parecia ter sido antecipado.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below