April 24, 2020 / 8:33 PM / a month ago

Redução de juros do crédito rural é principal demanda para Plano Safra 20/21, diz CNA

Agricultor observa área plantada com soja em Barreiras (BA) 06/02/2014 REUTERS/Ueslei Marcelino

SÃO PAULO (Reuters) - A redução da taxa de juros do crédito rural será o principal foco das propostas encaminhadas pelo setor agrícola ao governo federal para o Plano Safra 2020/21, disse nesta sexta-feira a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA).

Em transmissão em uma rede social, o vice-presidente da CNA, deputado José Mário Schreiner (DEM-GO), indicou que as taxas praticadas atualmente “são muito elevadas e fora do contexto de realidade do produtor”.

Na mesma ocasião, o superintendente técnico da confederação, Bruno Lucchi, afirmou que um estudo da entidade indicou que nos últimos oito anos a contratação de crédito representava, em média, 82% da taxa Selic, e que no último ano-safra essa proporção passou para 156%.

Isso ocorre em um momento em que a taxa básica de juros do país figura em mínimas históricas, atualmente em 3,75% ao ano.

“Existe uma distorção real entre juros aplicados sobre o setor agropecuário e a taxa Selic”, disse Lucchi.

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, afirmou no início deste mês que o governo considera antecipar o Plano Agrícola e Pecuário da nova safra, “para dar um horizonte” aos produtores diante do cenário econômico sombrio em função da pandemia.

Por Gabriel Araujo

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below