for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Ações europeias fecham em alta com esperanças de mais estímulos

(Reuters) - Papéis de companhias aéreas deram impulso ao mercado europeu de ações nesta segunda-feira com esperanças de apoio estatal, enquanto balanços positivos de Deutsche Bank e outros aumentaram um otimismo alimentado por sinais de que muitos países em breve afrouxarão medidas de bloqueio anunciadas antes por causa do coronavírus.

Bolsa de valores de Frankfurt, Alemanha 27/04/2020 REUTERS/Staff

As ações da Lufthansa saltaram 10,5%, depois de o ministro dos Transportes da Alemanha se dizer a favor da proteção da companhia aérea. Air France KLM avançou 0,9%, após um pacote de ajuda governamental de 7 bilhões de euros.

O índice FTSEurofirst 300 subiu 1,82%, a 1.316 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 ganhou 1,77%, a 335 pontos.

Numa semana em que todas as atenções estão voltadas para bancos centrais, o banco central do Japão se comprometeu a comprar uma quantidade ilimitada de títulos para manter baixos os custos dos empréstimos, à medida que a nova pandemia de coronavírus causa estragos econômicos em todo o mundo.

A decisão do Federal Reserve, banco central dos Estados Unidos, está prevista para quarta-feira, enquanto na quinta-feira o Banco Central Europeu (BCE) provavelmente sinalizará mais compra de títulos.

“O foco da reunião de quinta-feira deverá ser a avaliação de danos e futuras decisões de política monetária”, disse Stephen Innes, estrategista-chefe de mercados globais da AxiCorp.

Os bancos da zona do euro subiram 3,9%, com Deutsche Bank superando expectativas de lucro para o primeiro trimestre, mas alertando que pode não cumprir sua meta de requerimento de capital este ano. As ações do credor alemão dispararam 12,7%.

O índice FTSEurofirst 300 fechou em alta de 1,82%, a 1.315,86 pontos.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 1,64%, a 5.846,79 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 3,13%, a 10.659,99 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 2,55%, a 4.505,26 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 3,09%, a 17.380,21 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 1,78%, a 6.731,80 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 0,59%, a 4.136,58 pontos.

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up