for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Credores rejeitam proposta de reestruturação de dívida de Buenos Aires e citam default

Bandeira da Argentina hasteada na Casa Rosada 29/10/2019 REUTERS/Carlos Garcia Rawlins

BUENOS AIRES (Reuters) - Detentores de títulos rejeitaram na segunda-feira uma proposta de reestruturação de dívida da província argentina de Buenos Aires e disseram que a oferta provavelmente levará a um default, aumentando a tensão em uma crise maior de dívida que afeta o país.

O grupo, que detém mais de 40% da dívida externa da província, afirmou em comunicado que a oferta proposta por Buenos Aires “não foi baseada em esforços críveis ou previsões que os detentores de títulos possam respaldar”.

“Os termos da oferta não refletem a capacidade razoável de pagamento da província e a oferta não levará a uma resolução consensual”, afirmou o comunicado.

“Em vez disso, levará a uma reestruturação de dívida fracassada, provavelmente default e um período prolongado de incerteza que inibirá o investimento e a recuperação econômica na província”, completou.

A proposta da semana passada pela província, que faz parte de uma reestruturação de dívida, inclui suspensão de três anos dos pagamentos e amplo corte de juros. Ela chega a cerca de 5 bilhões de dólares em alívio ao longo da próxima década.

Reportagem de Cassandra Garrison em Buenos Aires e Marc Jones em Londres, reportagem adicional de Eliana Raszewski

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up