July 17, 2020 / 11:43 AM / a month ago

Pesquisa do BCE aponta recessão mais fraca e recuperação mais forte na zona do euro

Bandeiras da União Europeia na frente da sede do BCE em Frankfurt. REUTERS/Ralph Orlowski

FRANKFURT (Reuters) - A economia da zona do euro pode contrair menos este ano do que o Banco Central Europeu projeta e sua recuperação também pode ser mais rápida, mostrou nesta sexta-feira pesquisa do BCE com analistas.

A pesquisa trimestral aponta contração da economia de 8,3% este ano, contra projeção em maio de queda de 5,5%, mas um cenário mais benigno do que a estimativa do próprio BCE de queda de 8,7%. Para o ano que vem, o crescimento é projetado em 5,7%, contra alta de 5,2% estimada pelo BCE em junho.

Embora a zona do euro tenha sofrido sua maior recessão em várias gerações, dados recentes sugerem que a economia teve seu pior momento em abril ou maio e que uma recuperação está em andamento, mesmo que seja irregular e passível de reveses.

A pesquisa também foi mais otimista sobre a inflação, vendo alta dos preços em 2020 de 0,4% contra projeção de 0,3% do BCE. Em 2021 a inflação foi calculada em 1% contra avanço de 0,8% visto pelo BCE.

Reportagem de Balazs Koranyi

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below