for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Minério de ferro tem 2º salto semanal com firme demanda da China

Pilhas de minério de ferro em porto em Zhoushan, China 09/03/2019 REUTERS/Stringer

PEQUIM (Reuters) - Os contratos futuros do minério de ferro na bolsa de Dalian caíram nesta sexta-feira, mas registraram um segundo ganho semanal consecutivo, impulsionados pela demanda robusta das siderúrgicas da China.

O contrato de minério de ferro mais negociado na bolsa chinesa fechou em queda de 0,4%, para 826 iuanes (118,06 dólares) por tonelada, mas subiu 4,5% na semana.

“A forte demanda de importação da China e a oferta ainda baixa do Brasil após o rompimento da barragem do Vale em 2019 manterão os preços elevados”, escreveu a Fitch Solutions em nota.

“Provavelmente revisaremos nossa previsão de preços para 2020 na próxima atualização trimestral em agosto.”

As taxas semanais de utilização da capacidade nos altos-fornos em 247 usinas ficaram em 92,26% na sexta-feira, uma queda de 0,1% em relação à semana anterior, mas 6,9% maior que no ano anterior, mostraram dados da consultoria Mysteel.

O vergalhão de aço na Bolsa de Futuros de Xangai, para entrega em outubro, subiu 0,2%, para 3.726 iuanes por tonelada. O contrato ganhou 1% nesta semana.

Os preços spot do minério com 62% de ferro para entrega na China caíram de 1 dólar, para 111 dólares por tonelada nesta sexta-feira.

Por Min Zhang e Tom Daly

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up