July 21, 2020 / 9:31 PM / 20 days ago

Frigorífico alemão acelera trabalhos após fechamento por surto de Covid-19

Trabalhadores com máscaras de proteção contra o coronavírus em unidade da Toennies em Rheda-Wiedenbrueck, Alemanha 20/06/2020 REUTERS/Leon Kuegeler

HAMBURGO (Reuters) - O frigorífico Toennies atingido por um surto de coronavírus na Alemanha está aumentando sua produção, mas continua operando abaixo da capacidade, disse a empresa nesta terça-feira.

A unidade da empresa em Rheda-Wiedenbrueck retomou suas atividades de abate e processamento na quinta e sexta-feiras, depois de reforçar medidas sanitárias e procedimentos de segurança.

A instalação, que é particularmente importante para o setor de suínos da Alemanha, fechou em meados de junho, após cerca de 1.500 trabalhadores testarem positivo para Covid-19. Por causa do surto, cerca de 600 mil pessoas na região foram colocadas em “lockdown”, mas a medida já foi suspensa.

A fábrica de Rheda-Wiedenbrueck, no Estado da Renânia do Norte-Vestfália, costuma abater cerca de 14% dos suínos do país.

“Atualmente, a companhia segue abatendo com capacidade reduzida”, disse a Toennies em comunicado nesta terça-feira.

Com a grande quantidade de porcos a ser abatida, em número que cresce cada vez mais por causa do atraso, a Toennies afirmou que vai alterar seu esquema de precificação para permitir que animais mais pesados possam ser abatidos.

Reportagem de Michael Hogan

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below