for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Comissário de Economia da UE diz que pagamento de fundo de recuperação será no 2º semestre de 2021--jornal

Comissário de Economia, Paolo Gentiloni, em evento em Assis, Itália 12/5/2018 REUTERS/Yara Nardi

ROMA (Reuters) - Os pagamentos do fundo de recuperação do coronavírus aprovado por líderes da União Europeia começarão na segunda metade do próximo ano, afirmou o comissário de Economia do bloco, Paolo Gentiloni, segundo o jornal La Repubblica desta sexta-feira.

Entretanto, os países poderão usar um décimo em antecipação da aprovação do plano, disse Gentiloni em entrevista ao jornal italiano, acrescentando que o bloco terá que aprovar novos recursos como imposto digital e sobre o CO2 para pagar a dívida comum entre 2026 e 2056.

“Senão, países se encontrarão na situação de ter que pagar o dinheiro porque a Europa não é capaz de pagar a dívida comum”, disse Gentiloni.

Reportagem de Giselda Vagnoni

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up