July 24, 2020 / 1:21 PM / 20 days ago

Ibovespa recua com alta de tensão entre EUA e China

REUTERS/Rahel Patrasso

SÃO PAULO (Reuters) - A bolsa paulista mostrava fraqueza nesta sexta-feira, tendo de pano de fundo viés negativo em praças acionárias no exterior em meio ao aumento da tensão entre Estados Unidos e China, com o Ibovespa caminhando para a primeira perda semanal desde o final de junho.

Às 10:13, o Ibovespa caía 0,69%, a 101.588,24 pontos. Até o momento, acumula queda de cerca de 1% na semana.

A China ordenou aos EUA que fechem seu consulado na cidade de Chengdu nesta sexta-feira, reagindo à exigência feita por Washington nesta semana para que a Pequim feche seu consulado de Houston.

“O temor é que esse seja só o início da escalada das tensões que põem em xeque uma relação comercial de décadas entre os dois países”, observou a equipe da corretora Rico em nota a clientes.

Em comentários nesta manhã, o ministro das Relações Exteriores chinês, Wang Yi, disse que a situação difícil nas relações sino-americanas são causadas pelos EUA e que a China espera alcançar cooperação não-conflituosa.

No exterior, os mini contratos do S&P 500 caíam 0,5%, tendo ainda notícias corporativas no radar, enquanto, na Europa, o FTSEurofirst 300 perdia 1,6%, mesmo após dados sobre a atividade empresarial na zona do euro melhores.

Para ver as maiores baixas do Ibovespa, clique em

Para ver as maiores altas do Ibovespa, clique em

Por Paula Arend Laier, edição Alberto Alerigi Jr.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below