July 28, 2020 / 11:23 AM / 11 days ago

Principais credores da Argentina dizem que apoio para proposta conjunta aumenta

Bandeira argentina é vista sobre a Casa Rosada, em Buenos Aires 29/10/2019 REUTERS/Carlos Garcia Rawlins

BUENOS AIRES (Reuters) - Os principais credores argentinos disseram na segunda-feira que sua mais recente proposta de reestruturação da dívida conta com o apoio de investidores que detêm mais da metade da dívida externa do país, reforçando sua base para combater a oferta mais recente do governo.

Instituições financeiras que representam 60% dos títulos Exchange e 51% dos bônus Globais prometeram apoiar uma proposta conjunta apresentada ao governo por três principais grupos de credores em 20 de julho, segundo carta dos credores ao ministro da Economia do país, Martín Guzmán, vista pela Reuters.

A carta foi assinada por cerca de 30 fundos de investimento, incluindo aqueles que fazem parte do grupo Ad Hoc Bondholder, do grupo Exchange Bondholder e do Comitê de Credores da Argentina.

A BlueBay Asset Management, a Fidelity Management & Research Co. e a Amundi Asset Management estavam entre os outros fundos que assinaram.

A Argentina está enfrentando um impasse com os detentores de títulos pela reestruturação de cerca de 65 bilhões de dólares em dívida externa depois que seus grupos de credores se uniram para rejeitar a proposta do governo no início de julho.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below