for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Confiança econômica da zona do euro se recupera mais do que o esperado em julho

Bandeiras da União Europeia em Bruxelas, do lado de fora da sede da Comissão Europeia REUTERS/Yves Herman

BRUXELAS (Reuters) - A confiança econômica da zona do euro se recuperou mais do que o esperado em julho uma vez que os governos relaxaram as restrições relacionadas à pandemia de Covid-19, com os ganhos mais fortes em indústria e serviços embora os consumidores tenham se tornado mais sombrios.

A Comissão Europeia disse que o sentimento econômico subiu a 82,3 pontos em julho de 75,8 em junho, superando a expectativa do mercado de 81,0.

O sentimento na indústria saltou a -16,2 de -21,6 em junho e em serviços houve aumento a -26,1 de -35,5. Mas entre os consumidores, a confiança piorou a -15,0 em julho de -14,7 no mês passado.

Separadamente, a agência de estatísticas da União Europeia disse que o desemprego na zona do euro subiu a 7,8% da força de trabalho em junho, de 7,7% em maio, uma vez que 203 mil pessoas perderam empregos, elevando o total de desempregados a 12,685 milhões.

Reportagem de Jan Strupczewski

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up