for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Ibovespa recua com exterior e realização de lucros em dia cheio de balanços

REUTERS/Paulo Whitaker

SÃO PAULO (Reuters) - O Ibovespa recuava na manhã desta quinta-feira, após renovar máxima desde março na véspera e contaminado pelo viés mais negativo no exterior, com agentes financeiros avaliando uma bateria de balanços de empresas brasileiras, entre eles os de Ambev, Bradesco e Vale.

Às 10:23, o Ibovespa caía 0,46%, a 105.122,92 pontos.

Na véspera, o índice fechou em alta de mais de 1% e acima dos 105 mil pontos pela primeira vez desde março.

Para o estrategista Dan Kawa, da TAG Investimentos, depois de uma quarta-feira de otimismo, os ativos de risco estão apresentando realização de lucros.

No exterior, o mini contrato futuro do norte-americano S&P 500 caía 1%, enquanto na Europa o FTSEurofirst 300 perdia 2%, com a temporada de balanços também sob os holofotes nos mercados europeu e norte-americano.

Nos Estados Unidos, o Produto Interno Bruto despencou 32,9% em taxa anualizada no segundo trimestre, declínio mais forte da produção desde que o governo começou a registrar os dados em 1947. Economistas consultados pela Reuters projetavam recuo do PIB a uma taxa de 34,1% entre abril e junho.

Para ver as maiores baixas do Ibovespa, clique em

Para ver as maiores altas do Ibovespa, clique em

Edição Alberto Alerigi Jr.

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up