for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Brasil poderá contar com importação de trigo da Lituânia em 2021, diz Sodrugestvo

05/08/2020. REUTERS/Peter Cziborra

SÃO PAULO (Reuters) - Os moinhos brasileiros poderão diversificar a importação de trigo em 2021 com o cereal vindo da Lituânia, após aprovação do governo federal realizada neste ano, disse o Head de Vendas da companhia russa Sodrugestvo, Douglas Araújo, nesta quinta-feira.

Por questões burocráticas ainda não houve tempo hábil para iniciar as negociações com este novo fornecedor, mas a expectativa é que as primeiras operações ocorram no ano que vem, disse o executivo do grupo russo no Brasil, durante evento online promovido pela Associação Brasileira da Indústria do Trigo (Abitrigo).

Apesar da Argentina ser a principal fornecedora do cereal adquirido pelo Brasil, cotas para importação de trigo de fora do Mercosul sem Tarifa Externa Comum (TEC) têm contribuído para ampliar a diversificação de origens, com negócios sendo registrados junto aos Estados Unidos e Rússia.

Somente na última semana, importadores do Brasil adquiriram 63,5 mil toneladas de trigo duro vermelho de inverno dos Estados Unidos, elevando o total de compras do cereal norte-americano neste ano a 419,8 mil toneladas, segundo dados do Departamento de Agricultura dos EUA (USDA, na sigla em inglês) divulgados nesta quinta-feira.

Por Nayara Figueiredo

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up