for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

EUA realizam 1º embarque de petróleo para a Arábia Saudita em mais de uma década

22/11/2019. REUTERS/Angus Mordant

NOVA YORK (Reuters) - Os Estados Unidos enviaram um carregamento de petróleo para a Arábia Saudita em junho, segundo dados divulgados na quarta-feira pelo Departamento de Censo norte-americano, no que aparenta ser a primeira entrega desde que a proibição dos EUA a embarques da commodity terminou, em 2015.

De acordo com os dados, os EUA exportaram cerca de 550 mil barris --ou 18,3 mil barris por dia-- para a Arábia Saudita em junho. A Administração de Informação sobre Energia (AIE) não possui registros de exportação de petróleo para os sauditas.

Dados do Departamento de Censo apontam um minúsculo carregamento de 1 mil barris para a Arábia Saudita em 2002, ocorrido em meio à proibição de quatro décadas às exportações.

O volume da carga de junho é menor que o que ocuparia a menor classe de navios-tanque, os Aframax. Operadores disseram que é possível que o carregamento seja parte de uma exportação direcionada a outro país.

Não há registros de embarques de petróleo dos EUA para a Arábia Saudita no mecanismo de monitoramento de navios do Refinitiv Eikon.

A Arábia Saudita é uma das maiores fornecedoras de petróleo dos EUA, tendo enviado cerca de 1,2 milhão de barris por dia da commodity em maio para os norte-americanos, maior nível em três anos, resultado de uma breve guerra de preços entre sauditas e russos.

Reportagem de Devika Krishna Kumar

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up