for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Ibovespa segue piora em NY e fecha em queda; Linx dispara mais de 30%

Operador indica telas com cotações durante sessão da bolsa de valores de São Paulo 24/06/2016 REUTERS/Paulo Whitaker

SÃO PAULO (Reuters) - O Ibovespa fechou em queda nesta terça-feira, seguindo a piora em Nova York diante da falta de avanços nas negociações para novos estímulos fiscais nos Estados Unidos, enquanto o ânimo com o anúncio da vacina contra a Covid-19 pela Rússia perdeu fôlego diante de incertezas sobre seu processo de desenvolvimento.

A cena corporativa também ocupou as atenções na bolsa paulista, com destaque para a divulgação pela Linx de que negocia uma possível fusão com a StoneCo, o que fez as ações de ambas dispararem. Da temporada de balanços, Cosan figurou na ponta negativa após prejuízo trimestral.

Índice de referência do mercado acionário brasileiro, o Ibovespa recuou 1,15%, a 102.256,03 pontos, segundo dados preliminares. O volume financeiro somava 26,9 bilhões de reais na sessão marcada ainda por operações ligadas ao vencimento do índice futuro na quarta-feira.

Por Paula Arend Laier

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up