for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Anec reduz projeção para exportação de soja do Brasil em agosto; eleva para milho

Navio carregado com soja para exportação no porto de Santos (SP) 13/03/2017 REUTERS/Paulo Whitaker

SÃO PAULO (Reuters) - As exportações de soja do Brasil deverão atingir 6,48 milhões de toneladas em agosto, disse nesta terça-feira a Associação Nacional dos Exportadores de Cereais (Anec), reduzindo sua estimativa em relação à semana anterior.

Na primeira projeção para os embarques da oleaginosa neste mês, divulgada na semana passada, a entidade via exportações de 6,72 milhões de toneladas. Os números têm como base a programação de embarques de navios no país.

Se confirmada a nova cifra, o total acumulado de exportações de soja nos oito primeiros meses de 2020 atingirá cerca de 76,3 milhões de toneladas.

Em relação ao milho, cujos embarques passaram a ganhar ritmo em julho, a Anec projetou as exportações deste mês em 6,94 milhões de toneladas, ante 6,32 milhões de toneladas na previsão da semana passada.

Isso elevaria o total acumulado no ano a 14,5 milhões de toneladas.

A entidade ainda vê as exportações de farelo de soja em agosto em 1,63 milhão de toneladas, versus estimativa de 1,49 milhão de toneladas na semana anterior.

Por Gabriel Araujo

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up