for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Reunião com Bolsonaro foi sinalização de certeza que país respeitará teto de gastos, diz Maia

Bolsonaro e Maia após reunião no Palácio da Alvorada 12/08/2020 REUTERS/Adriano Machado

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou nesta quinta-feira que a reunião na véspera com o presidente Jair Bolsonaro, ministros e lideranças foi uma decisão “acertada”, que passa a mensagem de alinhamento do discurso do Executivo e do Legislativo em respeitar o teto de gastos em 2021.

Maia afirmou que o Parlamento entende sua responsabilidade e não tem a intenção de estender o estado de calamidade, que desobriga o cumprimento da meta fiscal deste ano para o governo central (Tesouro, Previdência e Banco Central) e abriu caminho para gastos com a epidemia de Covid-19.

Reportagem de Maria Carolina Marcello; Edição de Alexandre Caverni

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up