for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Mnuchin diz a Pelosi que poderia apoiar parte do auxílio contra vírus, mas não fundos eleitorais

Secretário do Tesouro dos EUA, Steven Mnuchin, fala a repórteres no Capitólio em Washington, EUA, 29 de julho de 2020. REUTERS/Erin Scott

WASHINGTON (Reuters) - O secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Steven Mnuchin, disse à presidente da Câmara dos Deputados, Nancy Pelosi, que estava disposto a avançar com a ajuda contra o Covid-19 em algumas áreas, mas não no financiamento eleitoral, disse nesta quinta-feira a porta-voz da Casa Branca, Kayleigh McEnany.

“A presidente (da Câmara) Pelosi tem sido fundamentalmente pouco séria nessas negociações ao se engajar em um evidente partidarismo”, disse McEnany a repórteres.

“Uma coisa que ela disse recentemente é que precisa de 3,5 bilhões (com B de bola) de dólares para financiamento eleitoral. Essa é uma solicitação significativamente pouco séria por esse motivo. Falei com o Escritório de Gestão e Orçamento. Eles disseram que os Estados receberam mais de 1,2 bilhão de dólares em subsídios de assistência eleitoral desde o ano fiscal de 2018.”

Reportagem de Jonathan Landay

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up