for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

IGP-10 tem alta de 2,53% em agosto com ganhos no atacado, diz FGV

Mulher faz compras em supermercado de São Paulo 11/01/2017 REUTERS/Paulo Whitaker

SÃO PAULO (Reuters) - O Índice Geral de Preços-10 (IGP-10) acelerou a alta a 2,53% em agosto, ante 1,91% em julho, informou nesta sexta-feira a Fundação Getulio Vargas (FGV), destacando a aceleração dos preços de commodities no atacado.

Os dados mostraram que o Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA), que mede a variação dos preços no atacado e responde por 60% do índice geral, subiu 3,38% em agosto, ante alta de 2,54% no mês anterior.

As Matérias-Primas Brutas foram o destaque nesse resultado, uma vez que aceleraram seus ganhos de 4,09% em julho para 6,45% em agosto, com impulso dos itens minério de ferro, milho em grão e café em grão.

No varejo, os preços não mostraram grande oscilação na sua taxa de variação, com o Índice de Preços ao Consumidor (IPC-10), que responde por 30% do índice geral, desacelerando levemente a alta a 0,48% no mês, depois de subir 0,50% em julho.

O destaque no período foi o grupo Educação, Leitura e Recreação, que passou de alta de 0,21% em julho para recuo de 0,77% em agosto, refletindo a deflação nas passagens aéreas, que passaram de ganho de 13,64% para queda de 3,24%.

O Índice Nacional de Custo da Construção-10 (INCC-10) registrou em agosto avanço de 1,01%, acima da taxa de 0,62% no mês anterior.

O IGP-10 calcula os preços ao produtor, consumidor e na construção civil entre os dias 11 do mês anterior e 10 do mês de referência.

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up