for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

UE e Reino Unido retomam negociações, acordo está no mínimo a semanas de distância

17/10/2019. REUTERS/Dado Ruvic

BRUXELAS (Reuters) - Autoridades da União Europeia e do Reino Unido iniciaram a sétima rodada de negociações nesta quarta-feira para chegar a um acordo pós-Brexit sobre todos os aspectos das relações futuras, do comércio à segurança, embora diplomatas digam que o acordo levará semanas, no mínimo.

O negociador-chefe britânico, David Frost, e seu equivalente da UE, Michel Barnier, jantaram juntos na terça-feira antes das negociações, que abordaram as questões dos direitos de pesca em águas britânicas e a garantia de que a ajuda estatal preserve a concorrência justa.

“A parte dos auxílios estatais em termos de igualdade de condições e as pescas continuam a ser os principais obstáculos. Se isso mudar, todo o resto vai se encaixar”, disse um diplomata da UE.

“Esta rodada não deve trazer grandes avanços: os olhos estão voltados para a última em setembro.”

Os britânicos votaram em um plebiscito há quatro anos para deixar a UE e, após conversas tortuosas sobre o divórcio, o Reino Unido formalmente deixou o bloco de 27 nações em 31 de janeiro.

O Reino Unido agora passa por um período de transição até o final deste ano, mas um acordo sobre sua relação futura com a UE precisa ser concluído até outubro para garantir que seja ratificado dentro do prazo.

Se não conseguirem chegar a um acordo, o comércio entre os dois será feito nos termos da Organização Mundial do Comércio, o que incluiria tarifas e cotas e seria mais oneroso para empresas.

Reportagem de Gabriela Baczynska

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up