for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Consumo de energia no Brasil recua 1,3% na primeira semana de agosto, diz CCEE

Linhas de transmissão de energia em Brasília (DF) 29/08/2018 REUTERS/Ueslei Marcelino

SÃO PAULO (Reuters) - O consumo de eletricidade no Brasil recuou 1,3% nos primeiros sete dias de agosto quando na comparação com mesmo período do ano anterior, ainda com impactos da pandemia de coronavírus sobre o nível de atividade, segundo boletim da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) nesta quarta-feira.

O recuo na demanda por energia no sistema interligado do país foi puxado por uma retração de 4% entre consumidores do mercado regulado, principalmente residenciais, que são supridos por distribuidoras de energia.

No mercado livre de energia, onde empresas com maior nível de consumo como indústrias e centros comerciais negociam o suprimento diretamente com geradores e comercializadoras, o consumo cresceu 4% na comparação anual no início do mês, acrescentou a CCEE.

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up