for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Evans, do Fed, diz que EUA estão adotando riscos desnecessários com falta de mais auxílio

Presidente do Federal Reserve de Chicago, Charles Evans. REUTERS/Arnd Wiegmann

(Reuters) - Os Estados Unidos deveriam fornecer mais ajuda aos milhões de norte-americanos que perderam o emprego durante a crise do coronavírus, disse o presidente do Federal Reserve de Chicago, Charles Evans, nesta quinta-feira, no mais recente alerta explícito de uma autoridade do Fed sobre as prováveis consequências do impasse no Congresso em relação a um pacote de auxílio devido à pandemia.

“Correremos um risco muito sério e desnecessário se não estendermos a assistência federal a famílias desempregadas”, disse Evans em comentários preparados para a Câmara de Comércio de Illinois.

“O rombo potencial na demanda agregada pode ser grande e, em minha opinião, mais alívio fiscal é necessário para limitar mais danos às famílias e empresas, especialmente aquelas em comunidades vulneráveis.”

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up