for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Cemig afirma que fundo do Banco Clássico aumentou participação na companhia

Logo da Cemig em painel na bolsa de valores B3 em São Paulo. 25 de julho de 2019. REUTERS/Amanda Perobelli

SÃO PAULO (Reuters) - A elétrica estatal mineira Cemig informou que o Banco Clássico aumentou a participação na companhia com a aquisição recente de ações por meio de seu fundo exclusivo FIA Dinâmica Energia.

Com o negócio, efetivado em 23 de setembro e que envolveu cerca de 60 milhões de reais, o fundo de investimento em ações passou a deter 8,79% do capital total da Cemig, ou 16,07% dos papéis ordinários e 5,14% do preferenciais, disse a Cemig em comunicado nesta sexta-feira.

“Essa operação visa diversificar os investimentos em energia elétrica do FIA Dinâmica Energia ao mesmo tempo em que procura direcionar parte dos investimentos do banco para o setor de infraestrutura do país”, disse a instituição financeira sobre a transação, de acordo com o comunicado da Cemig.

Antes, o FIA Dinâmica Energia possuía 11,35% das ações ordinárias da Cemig e 5,14% das preferenciais, em um total de 7,22% da empresa.

A Cemig é controlada pelo governo de Minas Gerais, que detém 51% das ações ordinárias e participação total na companhia de cerca de 17,7%, segundo informações do site da empresa.

Por Luciano Costa

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up