18 de Fevereiro de 2013 / às 12:47 / em 5 anos

Colheita da soja avança no país com trégua da chuva no Centro-Oeste

SÃO PAULO, 18 Fev (Reuters) - A colheita da soja atinge 16 por cento da área semeada em 2012/13 no Brasil, apenas um ponto percentual abaixo do registrado um ano atrás, após período de chuvas menos intensa que favoreceu o avanço dos trabalhos no Centro-Oeste, apontou a AgRural nesta segunda-feira.

O percentual supera a marca média dos últimos cinco anos, que é de 13 por cento.

Em Mato Grosso, o maior produtor da oleaginosa no país, a colheita saltou para 28 por cento, versus 19 por cento apurados na semana anterior.

Na mesma época do ano passado, no entanto, os produtores mato-grossenses haviam colhido 34 por cento, quando os trabalhos ocorreram sem tantas interrupções por causa das chuvas.

“É grande, porém, a preocupação dos produtores de todo o Estado (e especialmente do sul) com a perda de qualidade do grão causada pelo excesso de chuva”, destacou a AgRural.

O grande volume de chuvas no Estado neste começo de ano atrasou o início da colheita, e vem afetando a qualidade dos grão, apontaram produtores do Estado.

Em Mato Grosso do Sul, onde o percentual colhido também está em 28 por cento, o avanço na semana foi de 16 pontos percentuais.

Boletim da Somar Meteorologia indica que o Centro-Oeste deve registrar pancadas de chuvas, que permitem as atividades de campo.

No segundo maior produtor nacional, o Paraná, até a última sexta-feira 22 por cento da área semeada no Estado havia sido colhida, versus 13 por cento de uma semana antes e 18 por cento em 2012.

Os trabalhos no Paraná demonstram uma aceleração ante a média dos últimos cindo anos, de 11 por cento de área colhida até meados de fevereiro.

“Embora tenham ocorrido perdas pontuais devido a períodos de estiagem, que limitaram o potencial de algumas áreas, a expectativa é de que o Estado colha uma safra muito boa”, disse a consultoria.

A AgRural acrescentou ainda que as chuvas frequentes desde a semana passada em grande parte das áreas produtoras reforçam as apostas de boa produtividade.

Por Fabíola Gomes

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below