14 de Agosto de 2013 / às 16:06 / em 4 anos

Ucrânia eleva previsão para exportação de grãos em agosto--ministério

KIEV, 14 Ago (Reuters) - O Ministério da Agricultura da Ucrânia elevou suas estimativas para as exportações de grãos em agosto para mais de 2 milhões de toneladas por conta de uma demanda estrangeira maior que o esperado ante suas estimativas anteriores de 1,5 a 1,7 milhão.

“Nós havíamos previsto exportações de até 1,7 milhão de toneladas, mas agora nós vemos que os envios podem passar de 2 milhões de toneladas. A demanda está alta o suficiente”, disse o ministro Mykola Prysyazhnyuk à Reuters nesta quarta-feira.

Ele disse que a Ucrânia já havia vendido para o exterior cerca de 1,1 milhão de toneladas de grãos até o momento em agosto.

A ex-república soviética exportou 2,3 milhões de toneladas de grãos até o momento nesta temporada, que começou em 1 de julho, incluindo 823 mil toneladas de trigo, 953 mil toneladas de cevada e 468 mil toneladas de milho, disse Prysyazhnyuk.

O ministério estima a colheita de grãos neste ano em uma máxima história de 57,1 milhões de toneladas, ante 46,2 milhões observadas em 2012.

As exportações podem superar o recorde anterior de 24,5 milhões de toneladas na temporada 2011/12 e atingir 28 milhões, disse o ministério. A estimativa do Departamento de Agricultura dos EUA para as exportações ucranianas é ainda maior, de 30 milhões de toneladas.

“As últimas estimativas tornam a Ucrânia o segundo maior exportador de grãos, depois dos EUA”, disse Prysyazhnyuk a repórteres.

Segundo Kiev, novos mercados como a China poderiam ajudar a aumentar os embarques.

O ministro ainda disse que, em um futuro próximo, a Ucrânia estaria pronta para fornecer trigo, cevada e soja ao mercado chinês, após os dois governos acordarem os requisitos fitossanitários.

“Uma delegação chinesa deve chegar à Ucrânia na próxima semana para finalizar o processo de certificação do trigo, da cevada e da soja”, disse Prysyazhnyuk.

A Ucrânia disse neste mês que destinaria seu primeiro carregamento de milho para o mercado chinês em outubro-novembro, sob os termos de um acordo de 1,5 bilhões de dólares assinado no ano passado.

O ministério informou que os estoques domésticos de grãos subiriam para cerca de 7 milhões de toneladas em 30 de junho de 2014, ante 6 milhões um ano antes.

Reportagem de Pavel Polityuk

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below