1 de Outubro de 2013 / às 15:11 / em 4 anos

Construção civil deve acompanhar PIB entre 2013 e 2014--Sinduscon

SÃO PAULO (Reuters) - A indústria da construção civil no Brasil deve crescer em linha com o desempenho do Produto Interno Bruto neste ano e no próximo, afirmou o presidente do sindicato do setor no Estado de São Paulo, nesta terça-feira, acrescentando que a repetição de níveis vistos na última década dependerá da elevação da produtividade do setor.

Segundo o presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil de São Paulo (Sinduscon-SP), Sergio Watanabe, o setor deverá encerrar 2013 com crescimento de 2 por cento ante igual período do ano passado. Para o ano que vem, a expectativa é de um crescimento em torno de 3 por cento, “em linha com o PIB”.

Watanabe acrescentou que a elevação da produtividade é o maior desafio do setor, devendo nortear o próximo ciclo de crescimento da indústria da construção civil.

“Já vivemos situação de pleno emprego. Para crescermos a níveis vistos na década passada, será preciso aumentar a produtividade.”

Em palestra na Câmara Americana do Comércio (Amcham), ele também afirmou que o país depende da “conquista da confiança do investidor estrangeiro e nacional para ter crescimento mais significativo”.

Por Marcela Ayres

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below