8 de Dezembro de 2013 / às 13:52 / em 4 anos

Importação chinesa se recupera em novembro; minério tem recorde

PEQUIM, 8 Dez (Reuters) - As importações chinesas de minério de ferro se recuperaram em novembro ante o mês anterior, atingindo novo recorde, segundo dados alfandegários deste domingo.

As siderúrgicas estão comprando mais graças a melhora na demanda puxada por uma perspectiva promissora no cenário econômico.

As importações de petróleo e soja também registraram recuperação em relação ao mês anterior.

MINÉRIO DE FERRO

A China, maior consumidor do mundo de minério de ferro, importou um recorde de 77,84 milhões de toneladas em novembro, alta de 14,8 por cento ante outubro e de 18,3 por cento ante um ano antes, mostraram os dados.

O forte apetite de compra tem incentivado as principais mineradoras do mundo, como a Vale , Rio Tinto e BHP Billiton, a avançar com seus planos de expansão no próximo ano.

As importações chinesas devem aumentar ainda mais em dezembro, com as siderúrgicas recompondo estoques antes do inverno, quando parte da produção de minério de ferro doméstico fecha temporariamente.

PETRÓLEO

A importação de petróleo do maior consumidor de energia do mundo subiu para 23,56 milhões de toneladas em novembro, ou 5,73 milhões de barris por dia (bpd), um aumento de 0,8 por cento ante um ano atrás, de acordo com os dados alfandegários.

As importações novembro subiram 19,1 por cento sobre os 4,81 milhões de barris por dia de outubro. O número ainda é menor do que os 6,25 milhões de barris por dia registrados em setembro.

Analistas atribuíram o ganho à retomada de operação de duas grandes refinarias. As unidades da Sinopec tiveram reinício gradual desde meados de novembro após mais de um mês em manutenção.

“Vimos desestocagem bruta em outubro, então a demanda efetiva foi maior do que a demanda implícita. As refinarias estão elevando suas produção na esteira de uma melhora da demanda”, disse um analista de petróleo em Pequim.

Entre janeiro a novembro, a China importou 255,18 milhões de toneladas de petróleo, aumento de 3,2 por cento ante igual período de um ano atrás, mostraram os dados.

SOJA

A China, o comprador mundial de soja, importou 6,03 milhões de toneladas em novembro, um aumento de 44 por cento ante outubro e de 45 por cento se comparado a um ano atrás.

Analistas atribuíram o aumento às boas margens de esmagamento e demanda saudável antes do feriado de Ano Novo Lunar, que será no final de janeiro.

As importações em dezembro devem superar 7 milhões de toneladas.

As importações de soja nos primeiros 11 meses subiram 6,6 por cento no ano, para 55,97 milhões de toneladas, de acordo com a alfândega.

Reportagem de Judy Hua e equipe de commodities da China

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below