8 de Janeiro de 2014 / às 09:41 / em 4 anos

Produção de petróleo no Brasil fica estável em novembro

RIO DE JANEIRO, 3 Jan (Reuters) - A produção de petróleo no Brasil ficou praticamente estagnada em novembro em relação a outubro, apesar da entrada em operação de novos sistemas produtivos da Petrobras, que responde por 92 por cento da produção nacional.

Operário examina amostra de petróleo na plataforma Cidade Angra dos Reis, localizada no campo Lula, a cerca de 300km da costa do Rio de Janeiro. A produção de petróleo no Brasil ficou praticamente estagnada em novembro em relação a outubro, apesar da entrada em operação de novos sistemas produtivos da Petrobras, que responde por 92 por cento da produção nacional. 16/02/2011. REUTERS/Sergio Moraes

A extração de óleo alcançou 2,081 milhões de barris por dia em novembro, alta de 0,1 por cento ante outubro e de 1,8 por cento ante novembro de 2012, informou nesta sexta-feira a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

Paradas programadas para manutenção de plataformas que atendem a exigências de segurança da agência reguladora têm restringido o aumento de produção de petróleo no Brasil. A estatal relatou que realizou em novembro paradas em plataformas do Polo Nordeste.

O campo de Papa-Terra, localizado na bacia de Campos e operado pela estatal, entrou em novembro em produção por meio da plataforma P-63. O volume médio de petróleo produzido no novo campo ficou em torno de 4,3 mil barris diários.

Outros dois sistemas em testes de produção no campo de Lula ajudaram a Petrobras a aumentar a produção no pré-sal da bacia de Santos.

PRÉ-SAL E QUEIMA DE GÁS

A produção no pré-sal atingiu 412 mil barris de óleo e gás natural por dia em novembro, um aumento de 10,8 por cento em relação ao mesmo anterior.

A queima de gás, que é limitada pela agência reguladora, disparou em novembro, por causa da entrada de sistemas de produção ainda sem escoamento por gasodutos no pré-sal.

“Por serem sistemas provisórios, não há linhas de escoamento do gás natural produzido, sendo quase que totalmente queimado nessas plataformas”, explicou a ANP, em nota à imprensa.

A queima de gás natural foi de aproximadamente 3,8 milhões de metros cúbicos por dia em novembro, um aumento de aproximadamente 34,2 por cento ante outubro e redução de 16,4 por cento em relação ao mesmo mês em 2012.

Em novembro, 313 concessões operadas por 24 empresas foram responsáveis pela produção nacional. Destas, 80 são concessões marítimas e 233 terrestres.

Por Sabrina Lorenzi

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below