17 de Janeiro de 2014 / às 22:29 / em 4 anos

S&P e Nasdaq recuam por decepção com resultados da Intel e GE; Dow sobe

NOVA YORK, 17 Jan (Reuters) - Os índices de ações S&P e o Nasdaq fecharam em queda nesta sexta-feira por conta do recuo no preço dos papéis da fabricante de chips Intel e da General Eletric, após resultados e projeções decepcionantes.

Contrariando a tendência, o índice Dow Jones fechou em alta, ajudado por ganhos das ações da American Express e Visa. A AmEx saltou 3,6 por cento, para 90,97 dólares um dia após divulgar seu resultado trimestra.

O índice Dow Jones subiu 0,25 por cento, a 16.458 pontos, enquanto o S&P 500 caiu 0,39 por cento, a 1.838 pontos. O índice termômetro do setor de tecnologia Nasdaq recuou 0,5 por cento, para 4.197 pontos.

Na semana, o Dow subiu 0,13 por cento, enquanto o S&P perdeu 0,20 por cento e o Nasdaq ganhou 0,55 por cento.

Os índices registraram maior volatilidade na reta final do pregão, em parte graças a vendas relacionadas ao vencimento de opções, disseram analistas.

Apenas 10 por cento das empresas do índice S&P 500 divulgaram até o momento seus lucros nesta temporada de resultados, com 50 por cento delas superando as expectativas de analistas, contra uma média histórica de 63 por cento para toda a temporada, de acordo com dados da Thomson Reuters.

“O mercado foi provocado de uma boa maneira por alguns dos primeiros resultados, que depois foram contrabalançados por números decepcionantes. Agora o mercado está tentando ter uma noção de como será o trimestre”, disse John Manley, estrategista-chefe de ações da gestora de fundos do Wells Fargo, em Nova York.

As ações da Intel recuaram 2,6 por cento, a 25,85 dólares, e foi um dos principais pesos em cada um dos três principais índices de ações dos Estados Unidos. A empresa divulgou lucro 0,01 dólar abaixo das expectativas no quarto trimestre e emitiu fraca projeção de receita para o primeiro trimestre.

A General Electric caiu 2,3 por cento, para 26,58 dólares, depois de o conglomerado divulgar margens de lucro decepcionantes em 2013.

Além do resultado fraco das empresas, parte do movimento do dia ocorreu em resposta ao vencimento de opções.

“Janeiro é mês de vencimento de opções e tende a estar entre os mais voláteis e hoje é um exemplo disso”, disse o estrategista-chefe técnico da Delta Global Asset Management, Bruce Zaro. “Quem gerencia o dinheiro geralmente faz suas escolhas mais agressivas na primeira parte do ano e diversas estratégias de opções estão envolvidas nestas escolhas.”

Reportagem de Caroline Valetkevitch

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below