19 de Janeiro de 2014 / às 13:48 / em 4 anos

Principais produtores de platina enfrentarão paralisação na África do Sul

RUSTENBURG, África do Sul, 19 Jan (Reuters) - A Associação dos Mineiros e Sindicato da Contrução (AMCU, na sigla em inglês) da África do Sul vai paralisar os trabalhos na semana que vem nos três principais produtores de platina do mundo, atingindo assim cerca de metade da produção global e afetando empresas com dificuldades para lucrar no negócio.

Membros da Associação dos Mineiros e Sindicato da Contrução (AMCU, na sigla em inglês) durante manifestaçào em Rustenbur, no noroeste de Johanesburgo. A Associação dos Mineiros e Sindicato da Contrução (AMCU, na sigla em inglês) da África do Sul vai paralisar os trabalhos na semana que vem nos três principais produtores de platina do mundo, atingindo assim cerca de metade da produção global e afetando empresas com dificuldades para lucrar no negócio. 19/01/2014. REUTERS/Siphiwe Sibeko

Os trabalhadores do sindicato votaram neste domingo maciçamente pela paralisação na principal produtora mundial, a Anglo American Platinum, durante uma assembleia num estádio em Rustenburg.

Nos últimos dias, eles haviam aprovado a greve nas rivais Lonmin e Impala Platinum.

O presidente do sindicato, Joseph Mathunjwa, afirmou durante a assembleia que a Anglo American Platinum iria ser noticiada da paralisação nesta segunda-feira, e os trabalhadores fariam a greve na quinta.

Foi dito na semana passada que o mesmo ocorreria com a Lonmin, e o porta-voz Jimmy Gama disse à Retures depois da assembleia que a Impala Platinum também seria noticiada nesta segunda.

“Camaradas, vamos intensificar a luta por um salário melhor”, disse Mathunjwa, para a aprovação da multidão.

Ele chegou ao estádio num carro novo, protegido por três seguranças, e foi saudado com entusiasmo pelos trabalhadores.

Na Anglo American Platinum e na Lonmin, o sindicato reivindica um salário mínimo de 1.200 dólares para iniciantes, mais do que o dobro da remuneração atual. Na Impala Platinum, o pedido é menor.

As empresas dizem que não podem aumentar muito o salário, já que energia e outros custos subiram, e os preços da platina estão em baixa. (Por Zandi Shabalala e Ed Stoddard)

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below