26 de Março de 2014 / às 16:13 / 3 anos atrás

Rússia embarga compra de carne bovina de unidade da JBS na Austrália

Por Polina Devitt

MOSCOU, 26 Mar (Reuters) - A Rússia impôs embargo temporário às importações de carne bovina de uma unidade australiana da JBS, maior processadora do mundo de carnes, após ter encontrado esteroide proibido no mercado russo, informou o serviço de vigilância fitossanitário do país.

A Rússia está considerando limites temporários a todas as importações da Austrália, o terceiro maior exportador global depois dos Estados Unidos e Brasil, devido à presença do esteroide Trembolona.

“Uma decisão deve ser feita em breve”, disse o porta-voz para o Serviço Federal de Vigilância Fitossanitária, Alexei Alekseenko, nesta quarta-feira.

A ação da JBS, que fechou em baixa de quase 5 por cento na véspera, operava em alta de 0,5 por cento às 13h02, enquanto o Ibovespa subia 0,6 por cento no mesmo horário.

A JBS minimizou a medida russa para os negócios da empresa.

“O embargo russo à unidade australiana da JBS tem poucos efeitos sobre os negócios da companhia. Os clientes daquele país continuarão a ser atendidos a partir da plataforma de produção JBS instalada na América do Norte e América do Sul, sem qualquer tipo de prejuízo”, disse a empresa por meio de sua assessoria de imprensa.

Além disso, as demais subsidiárias da JBS na Austrália ainda podem exportar carne bovina para a Rússia.

Segundo informação no site da companhia, a JBS conta com oito unidades de processamento de bovinos na Austrália.

A JBS não divulga a fatia que a Rússia representa para as vendas da divisão australiana, mas em relatório recente informou que o país encerrou 2013 com uma participação de 5,7 por cento das exportações totais da companhia, ante 7 por cento do ano anterior.

A JBS exportou quase 12 bilhões de dólares no ano passado, cerca de 20 por cento a mais que em 2012.

A Trembolona, encontrado na carne de uma unidade australiana da JBS, não é permitida para estimular o crescimento de animais no Brasil desde 2011.

O chefe do Serviço Federal de Vigilância Fitossanitária, Sergei Dankvert, disse à Interfax mais cedo, que uma investigação conduzida pela Instituto Estatal de Pesquisa e Controle Russo mostrou a presença de vestígios de Trembolona em carne bovina resfriada da companhia. “Então nós decidimos impor as restrições sobre as importações destes produtos a partir de 26 de março.”

Ele disse que o Trembolona foi encontrado em produtos da companhia anteriormente, então estavam sob monitoramento estrito.

“Apesar do fato de termos recebido promessas de estrito controle e garantias de uma oferta de carne livre de esteroides, as violações continuam”, disse Dankvert.

Ele disse que o órgão observador russo pediu que o serviço veterinário da Austrália faça consultas urgentes em relação à descoberta de Trembolona na carne australiana.

“De acordo com estes resultados, restrições poderão ser impostas em carregamentos de todo o país”, disse Dankvert.

O serviço de vigilância russo reportou 32 casos em que a Trembolona foi encontrada em carnes em 2013. “Todos eles foram da Austrália”, disse Dankvert.

Um embargo sobre importações de subprodutos de carne da Austrália está em vigor desde 27 de janeiro devido ao uso deste esteroide.

O Trembolona é um esteroide usado para aumentar a massa muscular, estimulando o apetite dez vezes mais que a testosterona. O uso deste produto para promover o crescimento muscular dos rebanhos é proibido na Rússia.

Reportagem adicional Caroline Stauffer e Fabíola Gomes em Sao Paulo

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below