March 28, 2014 / 12:23 PM / 4 years ago

Hidrelétrica Três Irmãos será leiloada nesta 6a; trabalhadores protestam

SÃO PAULO (Reuters) - O leilão da hidrelétrica Três Irmãos será realizado nesta sexta-feira, na primeira licitação de concessão entre aquelas que não foram renovadas dentro das regras divulgadas pelo governo em 2012.

Torres de transmissão em uma fazenda de café em Santo Antônio do Jardim. O leilão da hidrelétrica Três Irmãos será realizado nesta sexta-feira, na primeira licitação de concessão entre aquelas que não foram renovadas dentro das regras divulgadas pelo governo em 2012. 06/02/2014 REUTERS/Paulo Whitaker

Sete empresas mostraram interesse em realizar visita técnica na usina e seriam as potenciais interessadas em disputar a concessão da usina, atualmente operada pela Cesp, geradora de energia controlada pelo governo do Estado de São Paulo.

Essas empresas são AES Tietê, Copel, Furnas, Duke Energy International - Geração Paranapanema, Campos Novos Energia, Enerpeixe e Emae (Empresa Metropolitana de Águas e Energia).

A Campos Novos Energia tem entre seus acionistas a CPFL Geração (48,7 por cento), do grupo CPFL, a Companhia Brasileira de Alumínio (33,1 por cento), Votorantim Metais (11,5 por cento) e CEEE-GT (6,5 por cento), segundo informações da companhia. Já a Enerpeixe é uma empresa constituída por EDP Energias do Brasil (60 por cento) e Furnas (40 por cento).

O Sindicato dos Trabalhadores Energéticos do Estado de São Paulo (Sinergia) faz manifestação do lado de fora da sede da BM&FBovespa, onde ocorrerá o leilão a partir das 10 horas, pedindo que a usina não seja licitada à iniciativa privada.

Trabalhadores temem demissões e aumento da terceirização com a troca do concessionário da usina.

“A alternativa seria uma federalização por meio de Furnas. Furnas é hoje a maior geradora de energia elétrica do país e é uma estatal federal”, disse o diretor administrativo e financeiro do Sinergia, José Luiz Zetula, à Reuters, antes do leilão.

Segundo ele, os trabalhadores entregaram manifesto contra o leilão da usina a presidente Dilma Roussef, na terça-feira.

Representantes do Movimento dos Atingidos por Barragem também participam da manifestação em frente à BM&FBovespa.

CONCESSÃO VENCIDA

A hidrelétrica Três Irmãos teve sua concessão vencida em novembro de 2011 e governo federal incluiu a usina nas regras para renovação das concessões do setor elétrico com redução da receita, em 2012. A Cesp, que era a concessionária da usina, não aceitou renovar a concessão de acordo com as regras apresentadas pelo governo federal, e chegou a tentar impedir a realização do certame.

O edital do leilão desta sexta-feira não inclui a operação do canal de navegação Pereira Barreto e das eclusas, os quais a Cesp considera que fazem parte da usina e devem ser operadas pelo concessionário que arrematar a hidrelétrica.

Vence o leilão o proponente que oferecer o menor valor de Custo de Gestão dos Ativos de Geração (GAG) em reais por ano para operar a hidrelétrica, ante um preço teto de 31,623 milhões de reais estabelecido pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

O vencedor será remunerado por meio de Receita Anual de Geração (RAG), composta pela GAG mais encargos e tributos, pelo prazo da concessão, de 30 anos.

Localizada no rio Tietê (SP), a hidrelétrica tem capacidade instalada de 807,5 megawatts (MW) e sua primeira unidade geradora entrou em operação em 1993.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below