24 de Abril de 2014 / às 17:29 / 3 anos atrás

Notícias corporativas compensam temores com Ucrânia e ações europeias sobem

Por Sudip Kar-Gupta

LONDRES, 24 Abr (Reuters) - As ações europeias fecharam em alta nesta quinta-feira, uma vez que sinais de retomada na atividade de aquisições compensaram preocupações com a Ucrânia.

O índice FTSEurofirst 300, que reúne os principais papéis do continente, avançou 0,33 por cento, a 1.343 pontos. Neste mês o índice chegou a atingir a máxima em quase 6 anos de 1.355 pontos.

Caixas corporativos fartos e lenta melhora na perspectiva econômica da Europa estão encorajando companhias a voltarem a buscar oportunidades de fusões e aquisições.

Nesta quinta-feira, a ação da Alstom subiu 10,9 por cento após a Bloomberg noticiar que a General Electric está negociando a compra da fabricante francesa de turbinas e trens.

O jornal Le Figaro trouxe que a GE está apenas interessada nos ativos de energia da Alstom, enquanto a companhia disse que não foi informada sobre qualquer possível oferta pública.

“A atividade de fusões e aquisições que temos visto é bastante positiva e confirma nossa avaliação de que há mais valor disponível no mercado acionário europeu”, disse o chefe de ações de alto valor de mercado da Pioneer Investments, Andrew Arbuthnott.

Mas o índice alemão DAX teve desempenho inferior ao de seus pares. Operadores atribuíram o movimento a sinais de intensificação das tensões na Ucrânia, uma vez que companhias alemãs figuram entre as mais expostas na Europa à Rússia e à Ucrânia.

O ministro de Defesa da Rússia, Sergei Shoigu, disse que a Rússia começou exercícios militares perto da fronteira da Ucrânia nesta quinta-feira, segundo a agência de notícias Interfax, em resposta a operações de forças ucranianas contra separatistas pró-russos e exercícios da Otan na Europa oriental.

Em LONDRES, o índice Financial Times subiu 0,42 por cento, a 6.703 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX avançou 0,05 por cento, para 9.548 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 registrou alta de 0,64 por cento, a 4.479 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib ganhou 0,66 por cento, para 21.819 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 expandiu 0,36 por cento, a 10.462 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 teve desvalorização de 0,11 por cento, para 7.445 pontos.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below