8 de Maio de 2014 / às 12:27 / em 4 anos

ATUALIZA 2-Draghi diz que BCE está pronto para agir já em junho para sustentar economia

Por Jan Strupczewski

BRUXELAS, 8 Mai (Reuters) - O Banco Central Europeu está pronto para agir no próximo mês para impulsionar a economia da zona do euro se as projeções sobre inflação justificarem isso, disse nesta quinta-feira o presidente do BCE, Mario Draghi, alertando países contra pressionar o banco para que tome alguma ação.

“O Conselho Diretor está confortável em agir da próxima vez, mas antes queremos ver as projeções da equipe que serão divulgadas no começo de junho”, disse Draghi em entrevista à imprensa depois que o BCE decidiu manter sua taxa de juros em 0,25 por cento.

Ele também destacou suas preocupações com o fortalecimento do euro, que atingiu máxima de 2 anos e meio contra o dólar conforme ele falava à imprensa.

“Temos um consenso sobre ação, mas depois de vermos as projeções da equipe no início de junho”, disse ele.

Draghi repetiu o compromisso do BCE de manter a política monetária frouxa por um período prolongado de tempo.

“Vamos manter um alto grau de expansão monetária e agiremos rapidamente se necessário com mais expansão da política monetária”, disse Draghi, acrescentando que todas as opções estavam na mesa na reunião que decidiu pela manutenção das taxas de juros.

Draghi, porém, também alfinetou instituições e países que têm pedido que o BCE adote mais medidas para impulsionar a economia e conter as pressões deflacionárias.

“Recebemos muitos conselhos”, disse ele. “Somos independentes, então as pessoas devem estar cientes de que se isso possa ser visto como uma ameaça à nossa independência, pode causar dano de longo prazo à nossa credibilidade”.

O Fundo Monetário Internacional, políticos franceses e outros têm pressionado cada vez mais o BCE a tomar ações para combater o fortalecimento do euro.

Draghi disse também que o banco está alerta para os perigos do fortalecimento do euro. “O fortalecimento da taxa de câmbio no contexto de inflação baixa é motivo de preocupação séria na visão do Conselho Diretor”, disse ele.

“O Conselho Diretor é unânime em seu compromisso de usar também instrumentos não convencionais dentro de seu mandato”.

Reportagem adicional de Paul Carrel em Frankfurt e Martin Santa em Bruxelas

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below