7 de Fevereiro de 2008 / às 19:12 / 10 anos atrás

Romney desiste e McCain é o virtual candidato republicano

Por John Whitesides

<p>O pr&eacute;-candidato republicano Mitt Romney acena para simpatizantes, em Washington, 7 de fevereiro. Romney desistiu na quinta-feira da disputa presidencial, o que torna praticamente certa a indica&ccedil;&atilde;o de John McCain para enfrentar os democratas na elei&ccedil;&atilde;o geral de novembro. Photo by Larry Downing</p>

WASHINGTON (Reuters) - O pré-candidato republicano Mitt Romney desistiu na quinta-feira da disputa presidencial norte-americana, o que torna praticamente certa a indicação de John McCain para enfrentar os democratas na eleição geral de novembro.

Ao comparecer a uma conferência de ativistas conservadores, Romney anunciou que está saindo do duro duelo que travou com McCain pela indicação republicana, para permitir que seu partido se concentre no duelo nacional contra o indicado democrata --que sairá da disputa entre os senadores Hillary Clinton e Barack Obama.

“Sinto que agora tenho de ficar de lado, pelo nosso partido e pelo nosso país”, disse o ex-governador de Massachusetts em discurso na Conferência da Ação Política Conservadora.

“Não, não”, reagiram alguns participantes da conferência, inconformados com a idéia de ter McCain como candidato do Partido Republicano, já que ele não é considerado suficientemente conservador por esse grupo.

Poucas horas depois do anúncio de Romney e falando no mesmo evento, McCain, que conseguiu uma grande liderança na briga pela indicação republicana, pregou a unidade da legenda.

“Sei que tenho responsabilidade se for, como espero ser, o indicado republicano à Presidência, de unificar o partido e preparar para a grande disputa de novembro”, disse o senador pelo Arizona aos participantes do evento, reunidos em um hotel em Washington.

“E estou realmente ciente de que não posso ser bem-sucedido neste esforço, nem nosso partido poderá prevalecer no desafio que enfrentaremos seja da senadora Clinton seja do senador Obama, sem o empenho dos dedicados conservadores”, disse ele.

Romney deixou a disputa depois de perder em 14 dos 21 Estados que realizaram prévias republicanas na terça-feira, principal dia das eleições primárias nos EUA, em que McCain saiu como vitorioso de costa a costa.

O ex-governador do Arkansas Mike Huckabee, que venceu em cinco Estados na Superterça, permanece na disputa, mas tem uma tarefa praticamente impossível para superar McCain, que já tem 700 dos 1.081 delegados necessários para obter a indicação.

McCain, um ex-prisioneiro na guerra do Vietnã de 71 anos, se tornou alvo da direita do Partido Republicano por suas visões moderadas sobre imigração ilegal, seus votos contra os cortes de impostos propostos pelo presidente George W. Bush em 2001 e 2003 e por classificar, em 2000, alguns líderes religiosos conservadores de “agentes da intolerância”.

O nome de McCain foi vaiado no evento conservador quando Romney o citou, mas quando o senador apareceu ele recebeu muito mais aplausos, principalmente de simpatizantes de sua candidatura levados ao auditório por integrantes de sua campanha.

ALGUMAS VAIAS

McCain atraiu algumas vaias, entretanto, quando mencionou seu apoio a uma forma de dar cidadania norte-americana a imigrantes ilegais durante um debate no Senado no ano passado. Desde então, o senador vem afirmando que a segurança nas fronteiras vem em primeiro lugar.

“É minha esperança sincera que, mesmo que vocês acreditem que ocasionalmente errei em meu raciocínio como colega conservador, vocês ainda acreditem que eu, em várias ocasiões importantes para vocês, mantive meu histórico como conservador”, disse McCain aos participantes do evento.

“Tenho orgulho de ser conservador”, completou.

McCain disse ter conversado com Romney após a desistência do ex-governador e disse que ambos concordaram em marcar uma conversa para uma data ainda indefinida.

Alguns participantes do evento conservador expressaram seu desapontamento com a saída de Romney da disputa republicana.

“Isso nos deixa muito preocupados com o futuro do Partido Republicano”, disse Nathan Shapiro, 22 anos. “Não acho que McCain vá levar adiante as tradições do Partido Republicano, ele não é um conservador de verdade.”

Romney disse que sua desistência permitirá que o partido se prepare para enfrentar a candidatura democrata --de Hillary Clinton ou Barack Obama-- em novembro.

“Nesta época de guerra, simplesmente não posso deixar que minha campanha faça sua parte em ajudar a se render ao terror”, disse ele, referindo-se às propostas dos democratas de retirar as tropas dos EUA do Iraque.

Depois das votações de terça-feira, Romney, 61 anos, prometeu permanecer na disputa, mas na quarta-feira reuniu-se com assessores para rediscutir a situação. Ele vinha usando sua fortuna pessoal para manter a campanha.

“Não é uma decisão fácil para mim. Odeio perder”, disse ele, visivelmente emocionado.

Muitos republicanos estão ansiosos pelo fim da disputa interna entre McCain, Romney e Huckabee para que a sigla se prepare para o que deve ser uma dura batalha pela Casa Branca seja contra Hillary, seja contra Obama.

A decisão de Romney deve pôr pressão sobre Huckabbe para que faça o mesmo, embora ele tenha afirmado que manterá sua campanha, que tem tido forte apoio entre os evangélicos.

“Se eu lutar pela minha campanha até a convenção, irei adiar o lançamento de uma campanha nacional e tornar mais provável que os senadores Clinton ou Obama vençam”, disse Romney, que não chegou a manifestar apoio ao rival, com quem travou uma acirrada disputa nas últimas semanas pelo voto conservador.

Reportagem de Steve Holland, Andy Sullivan, Deborah Charles e John Whitesides

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below