17 de Agosto de 2008 / às 17:01 / em 9 anos

Temporal golpeia Cuba; Flórida recebe avisos de furacão

Por Jeff Franks

<p>A tempesta tropical Fay &eacute; vista em foto sobre o mar do Caribe em imagem de sat&eacute;lite, dia 17 de agosto. Chuva e ventos fortes, com rajadas, golpearam o leste de Cuba na manh&atilde; do domingo quando a tempestade tropical Fay aproximou-se da ilha, enquanto autoridades norte-americanas lan&ccedil;avam um alerta de furac&atilde;o para partes do litoral da Fl&oacute;rida. Photo by Reuters (Handout)</p>

HAVANA (Reuters) - Chuva e ventos fortes, com rajadas, golpearam o leste de Cuba na manhã do domingo quando a tempestade tropical Fay aproximou-se da ilha, enquanto autoridades norte-americanas lançavam um alerta de furacão para partes do litoral da Flórida.

As autoridades cubanas ordenaram a retirada da população de áreas das províncias costeiras que se previa que seriam atingidas pelo Fay no domingo, antes de o temporal atravessar o país caribenho e dirigir-se à Flórida, já tendo provavelmente chegado à intensidade de furacão.

O Centro Nacional de Furacões dos EUA na Flórida informou que às 5h do domingo o Fay tinha ventos de 80 quilômetros por hora e estava próximo da costa cubana.

Relatórios meteorológicos mostraram que a Estação Naval dos EUA em Guantánamo estava recebendo chuvas e ventos de até 83 quilômetros por hora, com rajadas.

Era possível que o Fay atingisse a ilha comunista duas vezes: no sudeste, perto de Guantánamo, e novamente no centro da ilha, quando começou uma virada para o noroeste e depois para o norte.

O centro de furacões dos EUA não prevê que o Fay vire furacão até depois de passar por Cuba. Os furacões têm ventos máximos sustentados de pelo menos 118 quilômetros por hora.

Os serviços meteorológicos cubanos previram chuvas de até 20 centímetros decorrentes do temporal.

As fortes chuvas do Fay mataram pelo menos cinco pessoas na ilha de Hispaniola, dividida entre a República Dominicana e o Haiti.

Uma dominicana de 34 anos morreu e dois sobrinhos dela, de 13 e 5 anos, estavam desaparecidos depois de a picape em que viajavam mergulhar em uma ravina inundada pelas chuvas a 140 quilômetros a leste de Santo Domingo.

Quatro pessoas teriam morrido no Haiti, pelo menos três delas afogadas nos rios que transbordaram por conta das chuvas.

Foi lançado um alerta de furacão nas ilhas ao largo da Flórida e num trecho do sudoeste do litoral do Estado, com a previsão de condições de furacão ocorrendo nas próximas 36 horas.

As autoridades nas ilhas da Flórida disseram que previam ordenar a retirada dos turistas das ilhas na manhã do domingo.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below