12 de Outubro de 2008 / às 14:57 / 9 anos atrás

F1-Alonso vive novo romance com a Renault após vitória em Fuji

Por Alastair Himmer

FUJI, 12 de outubro (Reuters) - O espanhol Fernando Alonso retomou seu antigo romance com a Renault depois de sua segunda vitória consecutiva na temporada, neste domingo, no GP do Japão.

Passado um bom tempo após receber a bandeirada na linha de chegada em Fuji, o bicampeão do mundo ainda não acreditava que havia chegado à frente de Robert Kubica, da BMW-Sauber, e de Kimi Raikkonen, da Ferrari.

“É completamente incrível”, disse um Alonso encharcado de champanhe aos repórteres depois de 21 vitórias na Fórmula 1. “É difícil de acreditar. Estou muito feliz e muito orgulhoso do meu time”.

Alonso venceu de maneira surpreendente em Cingapura há duas semanas, triunfo que aconteceu pela primeira vez novamente para a Renault depois de mais de um ano desde o segundo título do piloto pela escuderia em 2006.

A vitória deste domingo no circuito Speedway de Fuji, onde a Ferrari e a McLaren deveriam dominar, teve um gosto ainda mais doce para o piloto de 27 anos.

“Cingapura foi completamente inesperado depois de um sábado muito triste, em que tive problemas no treino de classificação”, afirmou Alonso.

“Tudo bem, eu venci em condições especiais com o safety car, mas hoje não aconteceu nada e nós vencemos novamente. Não consigo acreditar até agora, duas vitórias consecutivas”.

Alonso admitiu que a confusão na primeira curva entre o líder do campeonato Lewis Hamilton, da McLaren, e Raikkonen ajudou em seu resultado.

“Eu vi o pessoal que estava na minha frente indo muito agressivamente para a curva 1”, contou Alonso, que largou em quarto lugar no grid. “Tirei vantagem e me coloquei atrás do Robert e a partir desse ponto a corrida foi fácil. A partir daí, pudemos respirar”.

Entretanto, Alonso ainda se recusa a assinar um contrato para a próxima temporada com a Renault, que acredita que terá uma disputa difícil com a Honda, que também quer ter o talento do espanhol para 2009.

“Foi um grande trabalho de todo mundo na equipe e esse resultado, essas vitórias são para todo mundo”, disse o espanhol, que voltou para a Renault este ano após sua passagem turbulenta pela McLaren, onde teve problemas com Hamilton e a direção da equipe.

“Mas eu disse que só tomaria uma decisão depois do Brasil”. “Isso não significa que eu não sei o que fazer. Eu sei o que fazer, mas vou anunciar depois da corrida no Brasil”, disse ele.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below