for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Tropas para atuar nas eleições chegam ao Rio na quinta-feira

RIO DE JANEIRO (Reuters) - As Forças Armadas começam a atuar nesta quinta-feira na segurança das eleições no Rio de Janeiro, iniciando as operações em favelas da zona oeste da cidade, conforme informou o secretário de Segurança Pública do Estado, José Mariano Beltrame.

Os detalhes foram acertados nesta terça-feira em uma reunião entre representantes do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RJ) e o Comando Militar do Leste.

“Foi confirmado nessa reunião que as tropas começam a atuar a partir do dia 11 para ocupar os espaços que foram determinados”, disse Beltrame a jornalistas.

As primeiras atuações das Forças Armadas estão previstas para as comunidades de Cidade de Deus, Gardênia Azul e Rio das Pedras.

As tropas terão uma atuação itinerante e devem ficar três dias nas localidades mapeadas onde traficantes ou milicianos impedem o acesso de candidatos e jornalistas formando os chamados “currais eleitorais”.

Ao todo, já foram identificados 24 currais eleitorais no Rio, Baixada Fluminense, Grande Rio e na cidade de Campos, no Norte do Estado. Beltrame não informou o número de homens nem a forma das ocupações. Em princípio, segundo o secretário, as tropas devem atuar no Rio até o fim do primeiro turno das eleições municipais, marcadas para 5 de outubro.

Reportagem de Rodrigo Viga Gaier

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up