22 de Maio de 2008 / às 13:10 / 9 anos atrás

Mortos e desaparecidos na China passam de 80 mil

<p>Mortos e desaparecidos na China passam de 80 mil. O governo chin&ecirc;s elevou para mais de 80 mil o n&uacute;mero de mortos e desaparecidos pelo terremoto da semana passada, o pior em v&aacute;rias d&eacute;cadas. H&aacute; temores de que epidemias, chuvas e tremores secund&aacute;rios provoquem mais sofrimento. 22 de maio. Photo by Aly Song</p>

Por Chris Buckley

YINGXIU, China (Reuters) - O governo chinês elevou na quinta-feira para mais de 80 mil o número de mortos e desaparecidos pelo terremoto da semana passada, o pior em várias décadas. Há temores de que epidemias, chuvas e tremores secundários provoquem mais sofrimento.

Até agora, as autoridades estimavam o total de vítimas fatais em cerca de 50 mil.

Dez dias depois do sismo de magnitude 7,9 no montanhoso sudoeste chinês, as equipes de resgate se dedicam a ajudar cerca de 5 milhões de desabrigados e milhões de outras pessoas que, sem terem perdido suas casas, estão suscetíveis a doenças e "desastres secundários".

O governo implorou à comunidade internacional por mais ajuda, dizendo que as vítimas precisam de 3 milhões de tendas, mas que até agora só 400 mil chegaram à região.

Os hospitais de Sichuan estão superlotados, com quase 300 mil pacientes, e o governo mobilizou trens adicionais para levar parte deles a outras áreas. Cerca de 100 mil soldados também participam das operações de ajuda.

"Há constantes tremores secundários, e a temporada de chuvas começa em junho, o terremoto amoleceu as montanhas (criando risco de deslizamentos)", disse o vice-ministro da Terra e dos Recursos, Yun Xiaosu.

Mais de 5.000 técnicos estão percorrendo centenas de aldeias devastadas para desinfetá-las. "Estamos mais preocupados com a peste, então a higiene ambiental é da máxima importância. Um movimento tão enorme de pessoas inevitavelmente significa que todos os tipos de vírus e bactérias se deslocam com elas. Também estamos com medo da meningite," disse à Reuters sob anonimato uma autoridade sanitária na localidade de Mianyang.

A peste bubônica se hospeda em roedores e é transmitida a humanos por pulgas. A meningite (inflamação da membrana que recobre o cérebro) é provocada por bactérias e vírus. Ambas as doenças podem ser fatais.

Mais de 20 mil sobreviventes se amontoam num ginásio de Mianyang, a duas horas de carro de Chengdu, a capital regional. A imprensa estatal diz que o governo determinou o envio imediato de milhões de vacinas contra hepatite A, encefalite B, febre hemorrágica e cólera.

Dados do Escritório de Informação do Conselho de Estado mostram que o número de mortos já é de 51 mil, aumento de 10 mil em relação à véspera, e que restam mais de 29 mil desaparecidos.

O governo chinês disse estar negociando com a ONU para receber uma visita do secretário-geral Ban Ki-Moon à área afetada. Além disso, o primeiro-ministro Wen Jiabao foi novamente ao condado de Beichuan, onde dois terços da população morreram.

Um plano ainda a ser aprovado pelo governo estabelece que as moradias de Beichuan sejam reconstruídas no condado de Anxian. Um dirigente comunista local disse que não há um só prédio da cidade que tenha ficado habitável. "Pretendemos construir um monumento e um memorial em homenagem às vítimas do terremoto no local anterior," disse essa fonte à agência de notícias Xinhua.

Enquanto as equipes ainda retiraram corpos dos escombros de uma escola primária em Yingxiu, operários colocam explosivos em outras partes da cidade para limpar os destroços. Engenheiros e pedreiros constroem uma ponte temporária.

Os moradores vasculham o entulho em busca de pertences valiosos. Liu Suqing, 33 anos, disse que não vai embora da cidade enquanto as equipes não acharem seu filho de 8 anos. "Ainda estamos esperando que retirem o corpo dele. Há muitos ainda enterrados sob os destroços".

Reportagem adicional Ben Blanchard

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below