June 4, 2008 / 4:07 PM / 10 years ago

Maior parte das obras do PAC tem andamento adequado, diz governo

BRASÍLIA (Reuters) - O governo contratou, até o final de maio, o equivalente a 27,8 por cento dos recursos destinados ao Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) para o ano e a avaliação é que 87 por cento das obras estão com andamento considerado “adequado”.

Os dados são do balanço do programa divulgado nesta quarta-feira pelos ministros Dilma Rousseff (Casa Civil), Guido Mantega (Fazenda) e Paulo Bernardo (Planejamento).

As contratações somaram 4,39 bilhões de reais até 31 de maio, de um total de 15,77 bilhões de reais previstos no orçamento para obras do PAC —programa de obras nas áreas de infra-estrutura, saneamento e urbanização lançado em janeiro de 2007 pelo governo federal.

Os pagamentos —feitos depois das finalizações das obras— totalizaram 3,14 bilhões de reais, dos quais 2,98 bilhões de reais dizem respeito a contratos fechados no ano passado, os chamados restos a pagar, e apenas 160 milhões de reais correspondem a contratos novos.

Segundo o governo, 87 por cento das ações do PAC sob monitoramento estão com andamento “adequado”, outros 6 por cento estão em “nível de atenção” e 2 por cento são consideradas “preocupantes”.

Entre as obras preocupantes, estão a ampliação e revitalização do sistema de pistas e pátios do aeroporto de Guarulhos (SP) e a construção de um novo terminal no aeroporto de Vitória.

Em ambos os casos, segundo a ministra Dilma, os cronogramas das obras estão atrasados à espera de manifestações do Tribunal de Contas da União.

A ministra afirmou que o PAC está “colocando a agenda do desenvolvimento na ordem do dia” e também colaborando para acabar com a “discussão falsa” entre vantagens do investimento público e privado.

“O setor público tem que organizar a demanda e buscar um maior grau de conteúdo local”, afirmou Dilma em entrevista à imprensa.

No acumulado de 2007 e 2008, os pagamentos do PAC somaram 10,5 bilhões de reais e as contratações (empenhos), 20,4 bilhões de reais.

“Nesses 16 meses do PAC já é possível perceber a ampliação dos investimentos públicos e privados na área de infra-estrutura e sua repercussão no nível de atividade econômica do país”, afirmou o comitê gestor em documento do balanço.

Reportagem de Isabel Versiani

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below