16 de Novembro de 2007 / às 16:16 / em 10 anos

Painel da ONU prepara documento enfático sobre mudanças no clima

Por Joe Ortiz

<p>Ativistas do Greenpeace protestam com faixas gigantes durante abertura do 27 Plen&aacute;rio do Painel sobre Mudan&ccedil;as Clim&aacute;ticas (IPCC), em Val&ecirc;ncia. Delegados na reuni&atilde;o das Na&ccedil;&otilde;es Unidas sobre mudan&ccedil;a clim&aacute;tica est&atilde;o perto de concordar sobre um documento que pode influenciar as pol&iacute;ticas ambientais por d&eacute;cadas, disseram fontes que acompanham as negocia&ccedil;&otilde;es. Photo by Heino Kalis</p>

VALÊNCIA (Reuters) - Delegados na reunião das Nações Unidas sobre mudança climática estão perto de concordar sobre um documento que pode influenciar as políticas ambientais por décadas, disseram nesta sexta-feira fontes que acompanham as negociações.

O documento, que faz um resumo dos recentes conhecimentos científicos a respeito das causas e efeitos da mudança climática, será apresentado a ministros do Meio Ambiente numa reunião em Bali, na Indonésia, no próximo mês.

A reunião dos ministros em dezembro deve provavelmente acordar uma estratégia de dois anos para a negociação do texto sucessor do Protocolo de Kyoto.

“Acho que o documento vai sair nesta tarde. Depois, nenhum político poderá falar que não sabia o que está acontecendo”, afirmou Han Verolme, diretor do Programa sobre Mudança Climática da organização ambiental WWF.

“Esta reunião é um marco que vai influenciar os técnicos em políticas públicas por décadas”, disse ele à imprensa. O documento diz que a mudança climática é “incontestável”, e que atividades feitas pelos homens, principalmente o uso de combustíveis fósseis, é “muito provavelmente” a causa dos problemas.

“As palavras enfáticas deste painel vão exigir dos governantes ações fortes”, declarou Verolme. “A bola está com os políticos agora.”

Autoridades e cientistas de 130 países se reuniram durante toda a semana em Valência, na Espanha, para o Painel Intergovernamental sobre Mudança Climática. Os delegados condensaram os três relatórios já divulgados neste ano sobre os riscos do aquecimento global.

O documento da conferência será apresentado no sábado.

Com mais de 3.000 páginas, os relatórios sobre as causas, efeitos e possíveis soluções para as mudanças no clima estão sendo transformados num resumo para os governos chegarem a avanços na reunião de Bali.

O documento-resumo deverá dizer que cortes profundos na emissão de gases do efeito estufa são necessários para impedir as ondas de calor que derretem geleiras e aumentam o nível dos mares.

O Protocolo de Kyoto obrigou 36 países industrializados a cortar as suas emissões em pelo menos 5 por cento até 2012. Para um novo acordo, o objetivo seria envolver a China e os Estados Unidos, que ficaram de fora de Kyoto. Os dois são os maiores emissores dos gases.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below