1 de Julho de 2008 / às 10:58 / 9 anos atrás

PANORAMA1-Dados da indústria mundo afora abrem 2o semestre

SÃO PAULO, 1o de julho (Reuters) - Sinais sobre o ritmo da indústria virão de diversas partes do mundo nesta terça-feira, enquanto investidores ainda discutem o rumo da política monetária global diante da crescente inflação.

No Brasil, a produção industrial deve ter se acomodado em maio após altas sucessivas. Analistas ouvidos pela Reuters esperam crescimento de 0,3 por cento ante abril e de 4,6 por cento sobre o ano passado.

Estados Unidos e diversos países da zona do euro também divulgam dados sobre o setor manufatureiro. Na véspera, um importante indicador sobre a atividade no Meio-Oeste norte-americano mostrou contração pelo quinto mês seguido, embora em uma taxa menos acentuada que a esperada por Wall Street.

COMMODITIES E ENERGIA

Ainda por aqui, o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio anuncia o desempenho da balança comercial em junho e, portanto, em todo o primeiro semestre.

A Secretaria de Comércio Exterior divulga no final da tarde os dados detalhados das exportações brasileiras de commodities no mês, tanto para agrícolas como para as metálicas e da área de energia.

Para a agenda do dia, clique [nN01429640]

Veja como encerraram os principais mercados na segunda-feira:

CÂMBIO BRBY

O dólar terminou a 1,597 real, com variação positiva de 0,06 por cento. O volume do segmento interbancário foi de 2,5 bilhões de dólares.

BOLSA .BVSP

O Ibovespa subiu 1,08 por cento, a 65.017 pontos. O volume financeiro na bolsa foi de 4,75 bilhões de reais.

ADRs BRASILEIROS .BR20

O índice de principais ADRs brasileiros fechou em alta de 0,86 por cento, aos 39.356 pontos.

JUROS <0#2DIJ:>

Os contratos de depósito interfinanceiro (DI) fecharam em alta na BM&F. O DI janeiro de 2009 subiu a 13,38 por cento, enquanto o DI janeiro de 2010 avançou a 15,14 por cento.

GLOBAL 40 BRAGLB40=RR

O título de referência dos mercados emergentes, o Global 40, recuava levemente, para 132,25 por cento do valor de face no final da tarde, oferecendo rendimento de 5,47 por cento ao ano.

RISCO-PAÍS 11EMJ

No final da tarde, o risco Brasil subia 2 pontos, a 231 pontos-básicos. O EMBI+ estava em 297 pontos-básicos.

BOLSAS DOS EUA

O índice Dow Jones .DJI teve oscilação positiva de 0,03 por cento, a 11.350 pontos. O Nasdaq .IXIC caiu 0,98 por cento, para 2.292 pontos. O índice S&P 500 .SPX subiu 0,13 por cento, aos 1.280 pontos.

TREASURIES DE 10 ANOS US10YT=RR

O preço dos títulos do Tesouro norte-americano de 10 anos, referência do mercado, mostrava estabilidade no final da tarde, com rendimento de 3,97 por cento.

(PANORAMA1 e PANORAMA2 são localizados no terminal de notícias da Reuters pelo código PAN/SA)

Por Daniela Machado e Marcelo Teixeira; Edição de Renato Andrade

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below