2 de Outubro de 2008 / às 01:08 / 9 anos atrás

Candidatos do Rio usam famosos e Lula em último programa na TV

RIO DE JANEIRO, 1o de outubro (Reuters) - Com a liderança isolada de Eduardo Paes (PMDB) na pesquisa Datafolha de intenção de votos para a prefeitura do Rio, divulgada nesta quarta-feira, Marcelo Crivella (PRB), Fernando Gabeira (PV) e Jandira Feghali (PCdoB) brigaram por uma vaga no segundo turno no último horário eleitoral gratuito na TV mostrando apoio de celebridades e do presidente Luís Inácio Lula da Silva.

No programa de Gabeira, que vem crescendo nas últimas pesquisas, Caetano Veloso, Fernanda Abreu, Adriana Calcanhoto, Paula Toller e Frejat, entre outros músicos, apareceram cantando. O economista e empresário Armínio Fraga, ex-presidente do Banco Central, também teve participação na propaganda.

Gabeira mostrou otimismo em chegar ao segundo turno e convocou os eleitores a conquistarem votos nos ‘ultimos dias.

“Não atacamos os adversários, porque, entre outras coisas, vamos precisar de todos eles”, disse Gabeira.

Jandira recebeu apoio da atriz Fernanda Montenegro, que apareceu em duas inserções durante o programa, e do arquiteto comunista e centenário Oscar Niemeyer. A candidata citou sua boa relação com o presidente Lula como fato que facilitaria sua gestão na cidade.

“Tenho absoluta certeza: estarei no segundo turno”, disse Jandira.

Sem apoio da classe artística ou de intelectuais, Crivella exibiu uma rápida cena em que cumprimentava Lula em cima de um palanque, buscando explorar sua proximidade com o presidente.

Ao longo da campanha, o evangélico chegou a ser processado por Alessandro Molon, candidato do PT, por usar a imagem do presidente na TV, o que é proibido pela legislação eleitoral por serem de legendas diferentes.

Na última propaganda do petista, foi exibido apenas um discurso genérico de Lula, que abriu o programa. Nesse discurso, o nome de Alessandro Molon não foi citado. A expectativa de que o presidente apoiasse a candidatura de Molon não se concretizou, já que a base do governo federal na cidade - PMDB, PRB e PCdoB - ficou dividida nesta eleição municipal.

O diretor de teatro Aderbal Freire-Filho e o psicanalista e escritor Jurandir Freire Costa gravaram mensagens de apoio para o petista. No programa de Chico Alencar (PSOL), apareceram o cartunista Ziraldo e o músico Jorge Vercilo, entre outros.

Assim como Crivella, Paes não contou com apoio de artistas ou intelectuais. O peemedebista lançou mão de seus apoios políticos, como o governador Sergio Cabral, que apareceu na propaganda, e o presidente Lula, que foi citado em seu discurso algumas vezes.

“Vivemos em um completo isolamento político”, disse Paes, criticando as administrações que não se aliaram ao governo federal e prometendo manter harmonia entre as esferas municipal, estadual e federal.

Já Solange Amaral (DEM), candidata apoiada pelo prefeito Cesar Maia, usou depoimentos de servidores municipais, alunos da rede pública e usuários da Vila Olímpica.

Gabeira afirmou ter cumprido suas três promessas iniciais sobre a campanha: não sujar as ruas, não atacar os adversários e ser transparente.

Reportagem de Carla Marques, Edição de Mair Pena Neto

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below