2 de Junho de 2008 / às 13:14 / em 9 anos

China prevê fechar este mês preço do minério com australianas

Por Alfred Cang

XANGAI (Reuters) - As siderúrgicas da China devem chegar a um acordo este mês com mineradoras australianas, após longas negociações sobre o preço de minério de ferro, informou um representante da indústria de aço chinesa nesta segunda-feira.

Zhang Xiaogang, presidente da Associação de Ferro e Aço da China, indicou uma posição mais flexível em direção à exigência das mineradoras australianas de cobrarem um preço maior por conta da proximidade de suas minas da China, em comparação com fornecedores do Brasil.

A partir de 30 de junho, se não for acertado o novo preço, as produtoras australianas ficarão livres para vender mais minério para o mercado à vista, cujos preços são maiores que os definidos em contratos de longo prazo.

“Eu creio que ambos os lados esperam completar negociações antes do prazo”, disse Zhang a jornalistas durante uma conferência da indústria.

Um dos pontos de discórdia nas negociações deste ano é a insistência das mineradoras australianas Rio Tinto e BHP Billiton em cobrar um ágio sobre o preço para refletir as taxas de frete mais baratas que as cobradas em carregamentos que partem do Brasil, outro grande fornecedor de minério de ferro para a China.

A Vale, maior produtora de minério de ferro do mundo, já acertou reajuste nos preços que vão de 65 a 71 por cento.

As siderúrgicas chinesas, representadas pela líder Baosteel, têm resistido ao pagamento de ágio e alguns importantes representantes do setor já rejeitaram publicamente a idéia.

Mas Zhang disse na segunda-feira: “Eu creio que chegar a um acordo com mineradoras australianas com um prêmio vinculado a fretes depende das negociações entre a Baosteel e as mineradoras... Depende de quais interesses ambos os lados estão se concentrando.”

O analista de mineração James Wilson, da DJ Carmichael & Co, afirma que há limites no poder de barganha das duas mineradoras australianas, que são a segunda e terceira maiores do mundo em minério de ferro.

“Depois de 30 de junho, os produtores terão a opção de vender no mercado à vista, mas você faria isso quando você exporta 300 milhões de toneladas?”

“Você simplesmente não pode jogar 300 milhões de toneladas de minério australiano no mercado à vista.”

Enquanto isso, a China está tentando ampliar seu acesso direto a depósitos de minério de ferro, investindo em projetos de mineração e em companhias do país e do exterior.

A Shanxi Taigang Stainless Co, maior produtora chinesa de aço inoxidável, informou na segunda-feira que vai se juntar à sua controladora estatal para investir 8,8 bilhões de iuans (1,25 bilhão de dólares) no desenvolvimento de uma grande mina de minério de ferro na província de Shanxi, no norte da China.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below